Cargo.

Após perder eleição, ex-vereador ganha Cargo Comissionado na Câmara de João Pessoa

O ex-vereador Fuba (PT), entrou na lista de cargos comissionados do poder público. O atual presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Marcos Vinícius (PSDB), nomeou-o como diretor do Centro Cultural da CMJP. Em 2012, ele foi eleito com 2.804 votos, porém, em 2016, não conseguiu a reeleição.

O Centro Cultural da CMJP é composto de um memorial, uma área de exposição permanente, uma galeria e uma biblioteca. O espaço tem como objetivo expor a história e atuação da Câmara de Vereadores da cidade de João Pessoa através dos anos.

Cantor e compositor, Fuba sempre foi ligado à cultura. É autor da música do Bloco das Muriçocas do Miramar, além  de ter participação ativa no Folia de Rua. Se tiver disposição mesmo, com certeza fará um bom trabalho nesse a frente da Cultura da CMJP.

Continue Lendo

Recuperação

Madeira de Lei: Dom José Maria Pires participa da Assembleia Geral da CNBB respirando saúde

Chamado carinhosamente de Dom Pelé, o arcebispo emérito da Paraíba Dom José Maria Pires, aos seus 98 anos e após se recuperar de um pré-AVC, compareceu à 55° Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) nesta quinta-feira (26), na cidade de Aparecida em São Paulo. Em dezembro do ano passado, Dom José sentiu-se mal durante a celebração de uma missa em Belo Horizonte e ficou internado na UTI.

Nascido em 1919, dom José teve uma atuação importante durante a ditadura militar. À frente da Arquidiocese da Paraíba, ele fez declarações e pronunciamentos que desagradaram comandantes da Guarnição Federal em João Pessoa, denunciando abusos cometidos por agentes da repressão. O arcebispo também teve posição firme, de solidariedade a trabalhadores rurais ameaçados de expulsão de suas terras pelos proprietários. O papel da Igreja foi decisivo para a desapropriação de áreas de conflito em Alagamar, Piacas e Camocim.

Continue Lendo

Contradição

Investigado pelo STF na Lava Jato e no ‘Caso Concorde’, Cássio defende fim do foro privilegiado

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), investigado na Operação Lava-jato, defendeu o fim do foro privilegiado. O senador, atualmente, é investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em dois inquéritos. Um é referente às eleições de 2006, quando, de um prédio, uma mala de dinheiro foi jogada de uma sala do Edifício Concorde, localizado na Avenida Epitácio Pessoa. O fato ocorreu na antevéspera do segundo turno do pleito e ficou conhecido nacionalmente como “Caso Concorde” ou “dinheiro voador”.

Já o outro inquérito, é referente à Operação Lava-jato quando o delator, em depoimentos aos procuradores, afirmaram que fizeram doação para as eleições de 2014 com promessa de receberam a privatização da CAGEPA, como gratidão pela doação. O paraibano é suspeito de receber R$ 800 mil em vantagens indevidas para favorecer a Odebrecht. As investigações foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) com base nas delações premiadas de executivos e ex-executivos da empresa.

Em sua declaração, o vice-presidente do senado comemorou o fim do foro privilegiado que foi aprovado na noite desta quarta-feira (26). O projeto de lei já tramitava há quatro anos. Aproximadamente 34 mil autoridades possuem privilégio de foro devido a sua função, e agora será preservado, apenas, o foro por prerrogativa de função apenas dos chefes de cada um dos Poderes (Presidente da República, os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal e o Presidente do STF).

“Vivemos um dia histórico. Estamos não apenas acabando com o foro, mas tornando isso cláusula pétrea [não poderá ser alterada posteriormente]. Acaba o foro para sempre”, afirmou Cássio.

Reservadamente, parlamentares observaram que, se perderem o foro por prerrogativa de função, os magistrados também estarão menos protegidos.

 

 

Continue Lendo

Reuco.

Presidente da Câmara de Bayeux nega, mas nos bastidores vereadores se articularam para afastar o Prefeito

O presidente da Câmara Municipal de Bayeux, vereador Noquinha (PSL), nega as informações que circularam pelas redes sociais e em sites de notícias da região metropolitana  de que os vereadores tramavam para afastar o Gestor. Noquinha disse que foi tudo falatório e que as informações eram boatos e inverdades, mas segundo o que apuramos nos bastidores, até os caranguejos de Bayeux ficaram sabendo que, de fato, os vereadores discutiram a possibilidade de afastar o Prefeito Berg Lima do PTN.

vereadores reunidos hoje pela manhã com o procurador da Câmara

Fontes da ‘Cidade Francesa’ informaram a este blogueiro que na estratégia para afastar o Prefeito tinha inclusive a participação de vereadores “aliados” de Berg. A articulação acabou vazando e causando uma repercussão negativa para os vereadores da cidade que resolveram recuar da manobra.

Em contado com o signatário deste blog, um assessor próximo do Prefeito Berg, disse que “a tentativa de manobra do vereadores serviu para a gente saber quem é quem e com quem a gente pode contar. Serviu também para Berg colocar a barba de molho com algumas pessoas que estão dentro do governo”, confidenciou o auxiliar.

Continue Lendo

Bronca.

Jornalista Paraibana leva ‘carão’ de Silvio Santos durante premiação exibida para todo Brasil, no SBT

O Troféu Imprensa, exibido na noite de ontem, 9, teve torta de climão. Silvio Santos repreendeu veementemente, ainda que em tom de brincadeira, Rachel Sheherazade por seus comentários e críticas a políticos em seu telejornal. Rachel é conhecida por emitir opiniões pessoais ao vivo.

Sheherazade, que recebeu o prêmio de melhor apresentadora de telejornal obtido em 2015 pelo SBT Brasil, ouviu as críticas mais incisivas. “Você começou a fazer comentários políticos no SBT e eu pedi para você não fazer mais, porque você foi contratada para ler notícias, não para dar sua opinião”, diz Silvio Santos com os braços cruzados, enquanto Sheherazade ri de forma constrangida, com os braços para trás. “Se você quiser fazer política, compra uma estação de televisão e faz por sua conta”, acrescenta o apresentador .

A jornalista, na defensiva, argumenta de forma gentil com o chefe. “Quando você me contratou, você me contratou para opinar”, diz.

Silvio, entretanto, retruca. “Não”, ao que a jornalista dá uma risada constrangida. “Eu contratei você para você continuar com sua beleza e com sua voz para ler as notícias do teleprompter”. Silvio segue no ‘puxão de orelha’. “Na internet, você pode fazer o que quiser. Combinei com o Danilo [Gentili] que a partir de agora ele só vai elogiar os políticos”.

Do Blog com Estadão

Continue Lendo

Mudança

Ex-Prefeita de Pombal se desfilia do PT e será candidato à Deputada Estadual pelo PSB

A ex-prefeita de Pombal, Pollyanna Dutra, assinou hoje a ficha de filiação do PSB. Pollyanna  disputará uma vaga na Assembleia Legislativa.

Outras  lideranças do estado devem também se filiarem ao PSB, numa articulação do governador Ricardo Coutinho e do presidente a ALPB, Deputado Gervásio Maia.

Os socialistas trabalham para fortalecer os girassóis de olho na disputa de 2018.

Continue Lendo

Investigação

Ministério Público apura obstrução de calçada por empresa de Roberto Santiago, em Manaíra

A Promotoria do Meio Ambiente e Patrimônio Social de João Pessoa instaurou um inquérito civil público para apurar denúncia encaminhada por um cidadão à Ouvidoria do Ministério Público de obstrução de passeio público no entorno da sede da Portal Administradora de Bens LTDA, localizada na Rua Escritor Sebastião de Azevedo Bastos, no bairro de Manaíra.
Segundo o 2º promotor do Meio Ambiente e Patrimônio Social, João Geraldo Barbosa, foi denunciado a colocação de tubos no meio-fio, correntes no estacionamento e cones de sinalização impedindo o livre acesso ao estacionamento interno e comprometendo com isso a acessibilidade de pedestres e pessoas com mobilidade reduzida.
EnviarAinda de acordo com o promotor, já foi oficiado à Prefeitura Municipal de João Pessoa e à Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) para que se pronunciem em razão da legislação pertinente ao urbanismo dos estacionamentos.
A Promotoria também determinou a realização uma inspeção no local pelo engenheiro ambiental do MPPB, Caio Marcelo Sampaio. De acordo com o laudo circunstanciado da vistoria técnica, observou-se a existência de passeio público não rebaixado e cilindros metálicos ligados por correntes para impedir o estacionamento de veículos. “Entretanto, para que os veículos permitidos pela empresa tenham acesso ao seu estacionamento, instalou-se um cano metálico na guia de meio-fio e uma rampa que conecta a calçada ao estacionamento”, diz o laudo.
O relatório aponta ainda que na calçada do edifício da empresa não existe rebaixamento ou rampas destinadas aos cadeirantes e não se verificou piso tátil para os portadores de deficiência visual. O laudo conclui que a modificação constatada no estacionamento em frente à empresa Portal Administradora de Bens LTDA impede o acesso livre de quaisquer veículos ao seu estacionamento e o trânsito sem obstáculos das pessoas com deficiência pela calçada.

ASCOM-MPE

Continue Lendo