Gervásio participa de comemoração ao dia do aposentado e destaca obras do governo na Região

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado estadual Gervásio Maia, participou, neste domingo (28), das comemorações pelo dia do aposentado na cidade de Belém do Brejo do Cruz, Sertão do Estado. Na ocasião, também foi comemorado o aniversário do ex-prefeito da cidade, dr Germano. 
Gervásio relembrou a importância de dr Germano durante sua trajetória política. “Germano tem uma grande importância no início da nossa caminhada. Foi amigo do meu pai e até hoje mantemos uma grande amizade, em virtude do grande homem que é”, afirmou o presidente da ALPB.
Ainda na ocasião, o presidente da Assembleia falou das obras realizadas pelo Governo Ricardo Coutinho no Sertão. “Quem viaja diariamente por essa região sabe a diferença das estradas em relação aos estados vizinhos.  Na política para o idoso temos o conjunto Cidade Madura, o projeto acolher. Enquanto uns estados paralisam obras, a Paraíba segue criando programas e ações que contemplam do estudante até aos idosos, desde o programa Gira Mundo, até o Cidade Madura”, afirmou Gervásio. 
Dr Germano agradeceu a presença e o apoio do presidente da Assembleia em vários pleitos do Sertão Paraibano. “Gervásio sempre olhou para as necessidades da nossa região. Essa festa sem ele não teria graça, é meu filho político. É uma felicidade muito grande comemorar mais um ano de vida ao lado de amigos especiais iguais a ele”, afirmou dr Germano. 
Neste fim de semana Gervásio participou de uma série de atividades em diversas cidades da Paraíba. Na sexta-feira a noite, Gervásio concedeu entrevista a um programa jornalístico na cidade de Guarabira. Já no sábado, o chefe do Poder Legislativo participou, ao lado do governador Ricardo Coutinho, da entrega do Condomínio Cidade Madura, visitou a obra do contorno viário João Pedro Teixeira, entregou obra viária no bairro do Nordeste e participou da plenária do Orçamento Democrático Estadual.
Assessoria Gervásio Maia

Continue Lendo

Improbidade?

Vereadora da cidade de Mari recebe da prefeitura sem trabalhar e revolta população.

 

A pequena e humilde cidade de Mari, na Zona da Mata paraibana, tem convivido com o escárnio do poder público com o povo. Lideranças políticas da cidade, que deveriam servir de exemplo e norte para o resto da população, tem realizado farras com o dinheiro público. O último caso em destaque envolve a vereadora Vania de Zu, do PMB, e a gestão municipal.

Os parlamentares do município recebem vencimento mensal de R$ 4.500, o que é equivalente, mais ou menos, a quatro salários mínimos e meio. Entretanto, esse dinheiro parece ser pouco para a parlamentar do PMB, que compõe a base do prefeito Antônio Gomes, do PSD. 

Levantamento realizado por moradores da cidade identificou o nome da vereadora, Vania Silva de Souza Monteiro, no quadro de funcionários da prefeitura, como “Agente Administrativo N1”, recebendo a bagatela de R$ 1.437 reais. Entretanto, jamais foi vista exercendo a sua função como servidora da prefeitura.

Até o momento, nenhum pronunciamento da prefeitura, da prefeita ou da Câmara de Vereadores da cidade. Enquanto isso, o povo padece calado.  Com a palavra agora o Tribunal  de Contas e o Ministério Público.

Continue Lendo

Chance!

Desprezado no início do ano, Lira agora ver oportunidade de assumir liderança do PMDB no Senado

O senador paraibano Raimundo Lira, que no início do ano estava cotado para assumir a liderança do PMDB no Senado, viu, apesar de contar com o apoio majoritário da bancada, o prestígio favorecer o ex-presidente do Senado Renan Calheiros, que ficou com o cargo. Sequer a Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ) da Casa ficou com o paraibano.

Porém, meses depois, Lira observa a maré mudar em seu favor com o desprestígio de Renan dentro do PMDB. O líder da bancada adotou um posicionamento crítico e bélico para com o governo Temer, criticando as reformas propostas pelo mesmo.

Na última quarta (24), em reunião que contou com os senadores Maranhão e Lira e toda a bancada do PMDB, excluindo Calheiros, foi discutida a destituição de Renan da liderança da bancada para a ascensão do paraibano.

A reunião foi tida como um ultimato para Renan. Até nomes próximos ao alagoano, a exemplo de Jader Barbalho (PMDB-PA), que se disse seu amigo no encontro, e Romero Jucá, desaprovaram o posicionamento do líder.

O desfecho da novela está próximo do fim: a data limite para a definição da permanência ou não de Calheiros na liderança do partido é a próxima terça-feira (30). Uma coisa é certa: se ele optar por continuar com a atual conduta, não haverá com evitar a sua deposição.

Continue Lendo

Neste sábado: Ricardo entrega unidade do Cidade Madura de Guarabira

O governador Ricardo Coutinho entrega, neste sábado (27), às 10h, a quarta unidade do Condomínio Cidade Madura, no município de Guarabira, na região do Brejo paraibano. O espaço terá uma inovação: vai funcionar com energia solar (casas e áreas comuns).

 

O Programa Cidade Madura é gerido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH) que, através de equipe técnica, monitora e avalia o funcionamento dos condomínios. O projeto tem como objetivo proporcionar moradia digna para pessoas idosas, que residam sozinhas ou com seus companheiros. A SEDH conta com a parceria da Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), órgão do governo estadual responsável por licitar e fiscalizar a construção dos condomínios.

 

Para a secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Aparecida Ramos, “o Cidade Madura é mais um dos Programas do Governo que demonstra sensibilidade, e a maneira diferente de fazer política na Paraíba. É um Programa que trata o idoso com dignidade, proporcionando que ele desenvolva sua autonomia”, afirmou Cida Ramos.

 

O Cidade Madura de Guarabira, a exemplo dos demais, possui 40 unidades habitacionais horizontais, com cerca de 54 m² de área construída, composta de: varanda, sala, cozinha, banheiro, um dormitório e área de serviço. Todas as residências seguem as normas de acessibilidade para idosos e com guarita de segurança na entrada do residencial. Dispõe também de áreas de convivências comuns como: redário, espaço para prática de exercícios, além de área para cultivo de horta comunitária. Há também um núcleo de saúde, com profissional de enfermagem trabalhando em regime de plantão, além de sala de curativos, enfermaria e repouso para plantonistas.

Continue Lendo

Hipocrisia

Cartaxo nega saída do PSD, expõe sua hipocrisia política, e deixa claro que corrupção não foi a razão de ter saído do PT

Quando deixou o PT em meados do fim de 2015 para se filiar ao PSD, o prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo foi enfático na justificativa. A razão seria os escândalos políticos que o partido estava envolvido e que, de maneira alguma, poderia ser responsabilizado “pelos erros de terceiros”.

Acontece que, irônica como a vida é, menos de dois anos após a traição que cometeu com o partido que alçou seu nome para o seu maior sucesso na vida política, se escorando no então prestígio que tinha os nomes de Lula e Dilma, Cartaxo se vê em um partido que não mostra diferença para os outros da política brasileira – pelo contrário.

Segundo reportagem veiculada pela Época, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, recebeu R$ 36 milhões em propinas, sendo R$ 29,4 da JBS e R$ 7 do PT, que comprou o seu apoio político nas eleições de 2014. As informações foram dadas pelo empresário Joesley Batista, em acordo de delação premiada. Além disso, não fosse escandaloso o suficiente, Kassab ainda recebia uma mesada de R$ 350 mil “pagos pela empresa na expectativa de um dia utilizar a influência política do ministro”.

Alguns radialistas da Capital, esperando coerência do prefeito, especularam sua saída da legenda, afinal, Cartaxo havia deixado claro que queria distância de escândalos políticos de “terceiros”. A resposta do prefeito na tarde desta quinta-feira (25), em evento no Paço Municipal, não surpreende aqueles que conhecem a hipocrisia do gestor. Ele disse: “Não. Falta de assunto eu diria. Nós estamos trabalhando com harmonia no partido e isso é o mais importante”.

Se corrupção obviamente não pode ter sido a razão de Cartaxo ter saído do PT, qual terá sido a verdadeira razão?

Continue Lendo

Gervásio assina criação do Centro Administrativo do Legislativo na próxima terça-feira

 
O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado estadual Gervásio Maia, assina, na próxima terça-feira (30), o contrato para a implantação do Centro Administrativo do Poder Legislativo Estadual. A solenidade vai acontecer no prédio do Paraíba Palace.

 
Gervásio informou que o novo Centro Administrativo Legislativo permitirá reunir setores administrativos da Casa, atualmente espalhados em diversos anexos. “Hoje, a parte administrativa da Casa funciona em vários endereços e a ideia foi exatamente a de concentrar grande parte das atividades do Poder Legislativo em um mesmo local”, ressaltou o presidente.

 
Ainda de acordo com o presidente da Assembleia, o Paraíba Palace vai acomodar os setores da Assembleia Legislativa, mas não trará custos adicionais em suas reformas de adaptação. “O Paraíba Palace não irá gerar despesas para a Casa, apenas a mudança, a transferência dos móveis. O proprietário irá entregar as salas climatizadas e dimensionadas dentro da necessidade da Assembleia. Serão três pavimentos e penso que os servidores da Casa ficarão trabalhando em um lugar bem mais confortável e adequado”, pontuou. 

 
As adequações realizadas na estrutura física do prédio da Assembleia e a implantação do Centro Administrativo do Poder Legislativo, segundo o presidente, contribuem principalmente para a permanência do Legislativo na Praça dos Três poderes.

Continue Lendo

Sindicato dos Jornalistas paraibanos afirma que atitude de Cartaxo “deixou clara a intenção de escolher a mídia de sua preferência”

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba divulgou uma Nota de repúdio contra a atitude do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), em coletiva onde não permitiu o acesso do jornalista Judivan Gomes ao local. 

Segundo o sindicato, a prefeitura feriu os preceitos constitucionais de liberdade de expressão, além de desrespeitar a democratização dos meios de comunicação. Também afirmou que Cartaxo deixou claro a intenção de escolher mídia de sua preferência.

Leia na íntegra




SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DA PARAÍBA


NOTA



O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba vem, de público, lamentar e repudiar a atitude do prefeito da cidade de João Pessoa em determinar a obstrução ao acesso de um profissional da Rádio Tabajara para a cobertura de uma entrevista coletiva.


Na prática desse ato, a prefeitura feriu os preceitos constitucionais da liberdade de expressão, além de desrespeitar a democratização dos meios de comunicação. 


Ao impedir a participação de um veículo, a prefeitura transformou a coletiva em um processo seletivo, deixando clara a intenção de  escolher qual a mídia de sua preferência.


A entidade que congrega todos os jornalistas da Paraíba tem como uma das principais bandeiras de luta a defesa intransigente da profissão e a garantia da livre informação. Para preservar os pilares da democracia, em especial, no exercício do jornalismo, estaremos sempre em alerta para combater qualquer tipo de transgressões venha de onde vier.


A DIRETORIA

Continue Lendo