Sindicato dos Jornalistas paraibanos afirma que atitude de Cartaxo “deixou clara a intenção de escolher a mídia de sua preferência”

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba divulgou uma Nota de repúdio contra a atitude do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), em coletiva onde não permitiu o acesso do jornalista Judivan Gomes ao local. 

Segundo o sindicato, a prefeitura feriu os preceitos constitucionais de liberdade de expressão, além de desrespeitar a democratização dos meios de comunicação. Também afirmou que Cartaxo deixou claro a intenção de escolher mídia de sua preferência.

Leia na íntegra




SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DA PARAÍBA


NOTA



O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba vem, de público, lamentar e repudiar a atitude do prefeito da cidade de João Pessoa em determinar a obstrução ao acesso de um profissional da Rádio Tabajara para a cobertura de uma entrevista coletiva.


Na prática desse ato, a prefeitura feriu os preceitos constitucionais da liberdade de expressão, além de desrespeitar a democratização dos meios de comunicação. 


Ao impedir a participação de um veículo, a prefeitura transformou a coletiva em um processo seletivo, deixando clara a intenção de  escolher qual a mídia de sua preferência.


A entidade que congrega todos os jornalistas da Paraíba tem como uma das principais bandeiras de luta a defesa intransigente da profissão e a garantia da livre informação. Para preservar os pilares da democracia, em especial, no exercício do jornalismo, estaremos sempre em alerta para combater qualquer tipo de transgressões venha de onde vier.


A DIRETORIA

Continue Lendo

API divulga nota onde repudia atitude “deselegante e grosseira” de Cartaxo contra o jornalista Judivan

A Associação Paraibana de Impressa (API) divulgou nesta quarta-feira (24) uma Nota de repúdio contra a ação do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) contra o jornalista Judivan Gomes, onde o foi vetado o acesso do comunicador a uma coletiva que estava sendo realizada em espaço público. 

A API classificou como uma atitude “grosseira e deselegante” do prefeito da Capital. Criticou sua conduta e afirmou que é “conflitante com os princípios democráticos de direito” e espera que fatos como este não se tornem rotineiros entre a administração municipal e jornalistas. 

Veja 

 

Continue Lendo

Deputado André Amaral protocola notícia-crime contra Joesley e Wesley Batista

Está na mesa do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, notícia-crime contra Joesley e Wesley Batista apresentada pelo deputado do PMDB André Amaral (PB).
Na ação, o deputado diz que os Batistas cometeram crime ao ganhar dinheiro no mercado de câmbio e na venda de ações do grupo antes da desvalorização provocada pelo vazamento da delação.
A lei da delação diz que o acordo perde efeito se os colaboradores cometerem novo crime.

Do Blog com o Estadão 

Continue Lendo

“Prefeito do diálogo”, Cartaxo mostra seu verdadeiro jeito de dialogar e barra jornalista durante entrevista

O prefeito do diálogo, da conversa e do entendimento mostrou o total contrário hoje em um episódio lamentável que remonta aos tempos obscuros da Ditadura Militar no Brasil, onde perseguição e censura a jornalistas era lugar comum. Em um episódio de autoritarismo injustificado, Cartaxo ordenou, na manhã desta terça-feira (23), a proibição da entrada do jornalista Judivan Gomes, da octogenária Rádio Tabajara, em coletiva a ser realizada em ESPAÇO PÚBLICO.

O fato aconteceu no Paço Municipal, um dos prédios públicos sedes da prefeitura, em lançamento de aplicativo de combate à violência contra a mulher – mesma ocasião na qual a Rádio Tabajara, o jornalismo, o jornalista respeitadíssimo e competente e a democracia foram violentados de maneira vil.

Ao chegar para a sala da entrevista coletiva, Judivan foi informado pelo secretário de comunicação, Josival Pereira, de que sua entrada seria barrada no local a pedido do prefeito. Ainda tentou argumentar, no auge de sua sabedoria e experiência, dizendo que Cartaxo tinha todo o direito de não responder perguntas elaboradas por ele, mas não de impedi-lo de entrar. Em vão. Josival usou, acredite, o argumento da democracia para justificar que o prefeito tinha o sim o direito de barrá-lo de uma coletiva sobre um assunto de interesse público em um espaço público.

Cartaxo desrespeitou, cuspiu e vilipendiou a história quase centenária da Tabajara. O irônico disso tudo é que ele próprio tem a intenção de ano que vem ser o comandante máximo do Executivo, determinando, inclusive, quem será o superintendente do veículo de comunicação ao qual virou as costas hoje neste episódio triste e obscuro para a imprensa paraibana.

Aguardamos os desdobramentos dessa história, na esperança de que todos os jornalistas, radialistas, repórteres, sindicatos e entidades ligadas à imprensa reajam de maneira forte, corajosa e unida ante à esse ataque covarde ao jornalismo paraibano.

Continue Lendo

TCE determina a restituição de R$ 1,4 milhão por ex-gestores de Campina Grande

Em sessão nesta terça-feira (23), a 2ª Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba julgou irregular a prestação de contas do Gabinete do Prefeito de Campina Grande, no exercício 2012, e determinou a restituição, aos cofres do município, no prazo de 60 dias, da importância de R$ 1.487,934,29,  (Hum milhão, quatrocentos e oitenta e sete mil, novecentos e trinta e quatro reais e vinte e nove centavos) referente a despesas não  comprovadas.

Relator do processo 10918/13, o conselheiro substituto Oscar Mamede Santiago Melo sugeriu em voto, e a Câmara aprovou à unanimidade, dirigir solidariamente a imputação do débito superior a R$ 1,4 milhão aos ex-secretários Ivaldo Medeiros de Morais e Júlio César de Arruda Câmara Cabral, além do ex-tesoureiro Rennan Trajano Farias.

Na mesma decisão, todos eles foram multados em R$ 4 mil, cada um, com prazo idêntico para recolhimento dos valores das sanções, “sob pena de cobrança executiva”. A movimentação orçamentária total, à época, somou R$ 20,8 milhões. Cabe recurso do julgamento.

A Câmara decidiu ainda por duas outras imputações ao então titular do gabinete Ivaldo Medeiros de Morais: uma individual no valor de R$ 248 mil, “por excesso no pagamento de despesas”; e outra, de R$ 49 mil, dividida solidariamente com a empresa Maranata Prestadora de Serviços e Construções Ltda, em face de “despesas insuficientemente comprovadas”.

OUTROS PROCESSOS – A 2ª Câmara, na mesma sessão, aprovou as prestações de contas do Instituto de Assistência e Previdência do Município de Guarabira (exercício 2015), e do Fundo Municipal de Saúde de Santa Cecília, ano 2010.

Decidiu ainda, em análise de denúncia ao Tribunal constante do processo nº 02151/15, conceder prazo de 30 dias a ex-prefeita de Araruna, Wilma Maranhão, para que apresente justificativa e documentos relativos à compra, com suposto sobre preço, de um terreno para construções no programa Minha Casa Minha Vida.

E julgou dezenas de pedidos de aposentadorias e pensões de servidores públicos, além de outros processos resultantes de atos de pessoal e  concursos públicos (prefeituras de Patos – processo 03486/11-, Malta – 16291/13-, Cacimba de Areia – 05814/11- e Riacho de Santo Antônio – 12692/15).

Presidida pelo conselheiro Nominando Diniz, a sessão contou com a presença dos conselheiros substitutos Oscar Mamede Santiago Melo e Antônio Cláudio Silva Santos, e do sub procurador geral Manoel Antônio dos Santos Neto, atuando pelo Ministério Público de Contas.

A 2ª Câmara reúne-se, ordinariamente, às terças-feiras, a partir das 9 horas, com acesso permitido ao público e transmissões ao vivo pela TV TCE-PB (canal no Youtube).

Continue Lendo

Após comentários sobre lista de servidores, Secretaria de Saúde do Estado divulga Nota em que “lamenta que interesses patrocinem a manipulação de dados oficiais para fins suspeitos”

A Secretaria de Saúde o Estado da Paraíba publicou uma nota nesta segunda-feira (22) em que comenta sobre lista que foi divulgada onde fala sobre o caso dos “servidores codificados” onde foi falado que estava custando muito aos cofres do Estado. Segundo a nota, não há correspondência com a base correta dos dados oficiais. 

A Nota divulgada também informou que serão tomadas providências jurídicas contra os que, de maneira indevida, façam, doravante, o uso e exploração de má fé da lista. 

Leia na íntegra


NOTA

 

A Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba vem a público rechaçar a exploração irresponsável de lista, recentemente divulgada, referente a funcionários – muitos deles efetivos – que prestaram ou prestam serviços nas unidades públicas geridas por esta pasta.

 

Divulgada sob interesses escusos, a lista referente ao mês de novembro de 2015, objetivamente, NÃO corresponde à base correta dos dados oficiais, conforme pode atestar o próprio Tribunal de Contas do Estado.

 

Entre as inconsistências, a duplicação dos valores referentes aos salários pagos, o que elevou, na lista divulgada, o total dos pagamentos em mais de R$ 8 milhões.

 

A Secretaria informa que irá adotar providências jurídicas contra os que, de maneira indevida, façam, doravante, o uso e exploração de má fé da lista. E lamenta que os interesses políticos patrocinem a manipulação de dados oficiais para fins suspeitos.

Continue Lendo

Ricardo discute parcerias entre a Paraíba e Reino Unido em reunião com cônsul britânico

O governador Ricardo Coutinho recebeu, nesta segunda-feira (22), a visita do cônsul britânico Graham Tidey, na Granja Santana. Durante o encontro, eles conversaram sobre as relações entre a Paraíba e o Reino Unido e pontuaram algumas oportunidades de parcerias. Também participaram da reunião o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq), Cláudio Furtado, a presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Tatiana Domiciano, e a secretária executiva da Ciência e Tecnologia, Francilene Procópio.

Na ocasião, Ricardo demonstrou interesse em estreitar o relacionamento com os britânicos e firmar parcerias que tragam benefícios para todos. “É uma satisfação recebê-lo e poder conhecer um pouco mais sobre os investimentos do Reino Unido e, ao mesmo tempo, mostrar um pouco do que nosso Estado está realizando. O que pudermos avançar nas parcerias será muito benéfico para a Paraíba. Podemos pensar em projetos relacionados ao uso da água, agricultura familiar, saúde; temos um bom polo de tecnologia em Campina Grande que pode ser ampliado através de parcerias. Enfim, acho muito importante utilizar a tecnologia para facilitar a vida da população em vários campos”, enfatizou.

De acordo com o presidente da Fapesq, Cláudio Furtado, a Paraíba vem trabalhando com o Reino Unido desde 2014, por meio da adesão ao Fundo Newton, que financia pesquisas em várias partes do mundo, em diversas áreas do conhecimento, como saúde e mobilidade. “Em uma ação que fizemos em colaboração com o Reino Unido, houve uma troca de conhecimentos entre pesquisadores do Reino Unido e locais. Depois tivemos workshops para melhorar a formação de jovens pesquisadores do Estado na escrita científica. 
O Newton Fund (Fundo Newton) é uma iniciativa do governo britânico que visa promover o desenvolvimento social e econômico dos países parceiros, por meio de pesquisa, ciência e da tecnologia. O fundo é parte do compromisso assumido pelo Reino Unido diante da comunidade internacional de promover iniciativas que fortaleçam o desenvolvimento social e econômico de países emergentes e que ajudem a estabelecer parcerias duradouras com governo e instituições filantrópicas brasileiras.

O cônsul britânico Graham Tidey explicou que representa os interesses do Reino Unido no Nordeste e lidera o setor de tecnologia e cidades inteligentes na região. O cônsul afirmou que o objetivo é ampliar a relação com a Paraíba. “Pretendemos ter mais parcerias com este Estado que tem muito potencial e está sendo bem liderado pelo governador Ricardo Coutinho. Hoje falamos sobre a possibilidade de trabalharmos na Paraíba um aprimoramento do fornecimento de água e saneamento do Estado. A Paraíba é o estado que mais reduziu a perda de água no país, em 2016, uma grande conquista. Então acreditamos que vale a pena compartilharmos nossa experiência neste setor aqui no Estado. Abordamos também a possibilidade de interligação do sistema de tecnologia da informação da área de saúde para que as informações dos pacientes estejam disponíveis em toda a rede. No Reino Unido já existe este sistema e podemos mostrar ao estado como fizemos. A Paraíba tem bastante acesso ao nosso fundo de pesquisa e queremos ampliar ainda mais”, afirmou.

Continue Lendo