Inversão de valores: padre faz gesto de arma atirando em JP em comemoração da vitória de Bolsonaro

O padre Gerson da Nóbrega Moura Júnior, auxiliar na Catedral de Nossa Senhora das Neves, foi flagrado fazendo gesto de arma de fogo atirando durante ato em comemoração à vitória de Jair Bolsonaro (PSL) na disputa presidencial.

Enrolado com uma bandeira do Brasil, o sacerdote fez o gesto junto a outras três pessoas que o rodeavam. O sinal com as mãos se tornou marca de Bolsonaro ao longo da campanha eleitoral.

Bolsonaro, que já disse defender a tortura, a pena de morte e outros valores avessos à fé cristã, conseguiu a adesão não apenas da maior parte da população, mas inclusive daqueles que deveriam advogar e professar os princípios ensinados por Jesus Cristo.

No último dia 27 de outubro, o presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), órgão vinculado à Igreja Católica, repudiou a política como ferramenta de promoção de agressão.

O chefe máximo da Igreja, Papa Francisco, inclusive, disse em junho deste ano que “torturar é pecado mortal”, em homenagem a vítimas de tortura. Com uma linha progressista e humanista, afastou o então arcebispo da Paraíba Dom Algo Pagotto tendo como uma das razões a sua identificação com movimentos de rua de direita que flertam com pensamentos anticristãos.

O arcebispo da Paraíba, Dom Delson, em contato com o Blog, informou que irá tomar conhecimento do caso para a tomada das medidas cabíveis.

Continue Lendo

Desgoverno: após irregularidades em licitação, TCE-PB suspende compra de livros na cidade de Bayeux

O conselheiro em exercício Renato Sérgio Santiago Melo, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), suspendeu pregão da prefeitura de Bayeux que objetivava a compra de livros didáticos de matemática para o ensino fundamental do município.

Renato Sérgio acatou denúncia da empresa Futuro Comércio de Materiais Educacionais LTDA., de que o edital do pregão não detalhava com clareza o objeto da licitação. Além disso, na parte de documentos para a participação das empresas, havia cláusulas com “exigências descabidas e limitadoras de competitividade”.

Segundo o conselheiro, no acórdão, “ficou patente o comprometimento do caráter competitivo da licitação implementada pelo Município de Bayeux/PB”.

A suspensão do pregão se deu no dia 6 de setembro afetando diretamente a educação do município por conta da gestão atrapalhada do prefeito interino Noquinha, figura carimbada nos alertas do TCE-PB por irregularidades no governo municipal.

Continue Lendo

Responsável por condenação que tirou Lula das eleições, Moro aceita convite para ser ministro da Justiça de Bolsonaro

Sérgio Moro aceitou nesta quinta-feira (1) o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o superministério da Justiça e Segurança Pública. Moro divulgou uma nota confirmando que aceitou o “honrado convite” e que fará uma coletiva na próxima semana para detalhar os termos discutidos. Ele deixou o condomínio onde mora o presidente eleito, no Rio, às 10h45, após cerca de 1h30 de reunião “na qual foram discutidas políticas para a pasta”.

Moro, responsável pela condenação polêmica do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, teria sido chamado para compor o ministério ainda durante o primeiro turno da eleição presidencial, segundo o general Hamilton Mourão, vice na chapa de Bolsonaro. “Isso (o convite) já faz tempo, durante a campanha foi feito um contato”, disse Mourão nesta quarta-feira (31), ao falar sobre o convite a Moro, detalhando que o contato foi feito por Paulo Guedes a pedido de Bolsonaro.

No dia 1 de outubro, faltando menos de uma semana para a realização do primeiro turno das eleições, menos de uma semana antes do primeiro turno, Moro determinou a quebra do sigilo da delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci e ordenou sua divulgação para a imprensa com o objetivo de prejudicar a campanha do candidato do campo democrático, Fernando Haddad (PT), na corrida eleitoral.

Durante o voo de ida para o Rio de Janeiro, Moro afirmou que a motivação de seu encontro com Bolsonaro ocorreria em função de o País precisar de uma agenda anticorrupção e anticrime organizado.

“Se houver a possibilidade de uma implementação dessa agenda, convergência de ideias, como isso ser feito, então há uma possibilidade. Mas como disse, é tudo muito prematuro”, disse ele à TV Globo antes do encontro com Bolsonaro.

Leia a íntegra da nota divulgada por Moro.

“Nota oficial: Fui convidado pelo sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito a Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operação Lava Jato seguira em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes. Curitiba, 01 de novembro de 2018. Sergio Fernando Moro

Continue Lendo

Mobilidade urbana: Ricardo entrega passarela de pedestres em frente ao Iesp

O governador Ricardo Coutinho entregou, na tarde desta quarta-feira (31), a passarela metálica para pedestres em frente ao Instituto de Educação Superior da Paraíba (Iesp), na BR-230. A ação facilita a mobilidade dos estudantes da faculdade, dos trabalhadores e de moradores da área que, a partir de agora, tem um local seguro para atravessarem a rodovia, sem riscos de acidentes. O investimento na obra foi de R$ 1,7 milhão com recursos do Tesouro Estadual.

Na oportunidade, o governador Ricardo Coutinho comentou que a obra vai dar mais segurança para todos que precisam atravessar aquele trecho da BR-230, além de reduzir os índices de acidentes. “Diariamente os estudantes e moradores dessa área corriam risco de vida, atravessando as pressas essa rodovia, podendo ser atropelados a qualquer momento. Essa passarela de 220 metros e R$ 1,7 milhão de investimento vai preservar muitas vidas”, observou o governador.  

De acordo com o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Carlos Pereira, a passarela era uma demanda antiga dos estudantes do Iesp e dos moradores da área. “Essa era uma reivindicação constante e, embora não fosse de responsabilidade do Governo do Estado, por se tratar de uma rodovia federal, resolvemos fazer esta importante obra. É fundamental que as pessoas zelem por suas vidas e utilizem sempre esta passarela”, ressaltou.

“Foi uma parceria de extrema importância para os que fazem esta instituição de ensino e também para a comunidade. Alunos e funcionários se arriscavam passando todos os dias por este trecho da BR, algo muito perigoso. Agora uma enorme quantidade de vidas serão protegidas, devido a existência dessa obra. Só temos a agradecer”, disse o representante do Iesp, Antônio Colaço.

A estudante do Iesp Doris Santos foi uma das vítimas da falta de segurança para os pedestres que atravessam a BR-230. Ela foi atropelada, há quatro anos, quando tentava passar pela rodovia. “No dia 9 de setembro de 2014, eu desci do ônibus e fui tentar atravessar a BR, mas acabei sendo atropelada por um carro. Eu tive traumatismo craniano e fiquei em estado grave, mas Graças a Deus eu sobrevivi. Hoje fico muito feliz em ver esta passarela concluída, porque sei que é um ganho imensurável para a proteção da vida das pessoas que passam por aqui”, frisou.

“Todos os dias era uma dificuldade para eu atravessar essa rodovia. Passava correndo com medo de ser atropelada, mas agora, só vou pela passarela que é um local seguro. Espero que os outros estudantes também parem de se arriscar na BR e, assim como eu, utilizem sempre a passarela”, aconselhou a estudante universitária Carolina Vitória.

Esta é a terceira passarela metálica instalada na BR-230 na atual gestão. A primeira foi instalada nas proximidades da comunidade Boa Esperança, em João Pessoa; e a segunda no Conjunto Renascer, em Cabedelo.

Continue Lendo

TCE-PB emite alerta para Noquinha após detectar série de irregularidades na gestão de Bayeux

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) emitiu alerta para o prefeito interino de Bayeux, Noquinha, após observar uma série de irregularidades.

Confira o alerta abaixo:

Continue Lendo

OPERAÇÃO PARCELA DÉBITO: delação de ex-superintendente do IPM tem cheiro de pólvora

A delação do ex-superintende do Instituto de Previdência do Município de João Pessoa (IPM), Moacir Tenório, que está sob segredo de justiça, é uma verdadeira bomba. Fontes que tiverem acesso ao vídeo completo já comentam que Moacir apontou o dedo duro para outros colegas que passaram pela chefia do órgão e também delata alguns agentes públicos.

Continue Lendo

João anuncia reunião com base governista para tratar de eleição da ALPB

O governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), anunciou que irá se reunir com a bancada governista para tratar da eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Com pelo menos 22 deputados compondo a base governista, João acredita que a eleição da Mesa Diretora é de interesse direto do Executivo para a manutenção da estabilidade para o seu governo.

“O que eu disse de uma forma muito clara [aos candidatos] é que eles teriam que fazer o trabalho entre seus pares para tentar se viabilizarem. Eu não estabeleci número de assinaturas. Eles precisam conversar entre seus pares e, depois, o governo vai entrar na discussão. Claro que temos interesse, claro que queremos manter a estabilidade que um governo precisa. Nós vamos sentar principalmente porque temos 22 [deputados] e podemos fazer a Mesa”, afirmou.

Entretanto, João lembrou que a eleição é apenas em janeiro e que não faz sentido toda a ansiedade que tem se demonstrado nos últimos dias.

“O governo vai ter uma posição logo, logo. Só que é uma eleição em janeiro, não sei o porquê dessa antecipação para agora. Eu não sei pra quê essa ansiedade toda. Só em primeiro de fevereiro os novos deputados, a nova Assembleia assumirá”, ponderou.

Secretariado

O governador eleito garantiu, ainda, que o novo secretariado deve começar a ser anunciado no fim de novembro. Ele lembrou que mudanças serão feitas sem “sobressaltos”: algumas pastas porque precisam de novos comandos e alguns secretários têm projetos pessoais fora do governo, entretanto, uma boa parte do secretariado deve ser mantido com relação ao governo de Ricardo Coutinho (PSB). Com PBAgora.

Continue Lendo