Notícias

TRE confirma inelegibilidade e Expedito Pereira, ex-prefeito de Bayeux, fica sem poder disputar eleições até 2024

O ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, se tornou inelegível por oito anos. Ele foi julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba que, por 4 a 2, lhe negou recurso e manteve a inelegibilidade.

Expedito respondeu por abuso de poder político e conduta vedada aos agentes públicos. Ele e seu vice, José Edson, teriam abusado em contratações e nomeações para cargos comissionados e por excepcional interesse público no período que antecedeu a campanha eleitoral de 2016.

Com a decisão, Expedito Pereira fica até 2024 sem poder disputar cargos eletivos.

You Might Also Like