Notícias

RC condena atuação de Moro e Dallagnol e ressalta: “não podemos confundir atitude ilegal de uns com um universo de gente que tem feito trabalho extraordinário”

Foto: Cláudio Costa - Paraiba.com.br

Lula deve ser colocado em liberdade imediatamente. É este o pensamento do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), após o vazamento de conversas entre o ministro da Justiça Sérgio Moro e procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da Força Tarefa da Lava Jato. Os diálogos remetem ao tempo em que Moro era juiz federal e era responsável pelo julgamento do ex-presidente no caso Tríplex.

“Evidentemente que um julgamento como este transmitido ao vivo pelos veículos de comunicação, não pode ser considerado um julgamento. O presidente Lula tem que ter o seu direito não de ex-presidente, mas de cidadão respeitado e colocado imediatamente em liberdade. Ninguém pode ser preso sem provas concretas, só por ‘ouvi dizer’”, afirmou.

De acordo com Ricardo, o que houve foi uma manipulação do sistema judiciário e que corrigir tais prática é de interesse, inclusive, do próprio Poder Judiciário que, para o socialista, não pode ser maculado por “uns ou poucos juízes”.

“Ninguém pode manipular o sistema judiciário para prejudicar quem quer que seja. E eu estou dizendo isso em defesa do Judiciário, do Ministério Público porque não podemos confundir a atitude ilegal de uns juízes ou poucos juízes e procuradores com um universo de gente que tem feito um trabalho extraordinário e que eu creio, sinceramente, que isso que aconteceu não atrapalha o combate à corrupção, que é uma necessidade do povo brasileiro”, observou.

Fonte: Paraíba Já

You Might Also Like