Notícias

Empresário que já recebeu mais de R$ 87 milhões da PMCG é alvo da PF por corrupção

O depoimento do ex-prefeito de Cabedelo Leto Viana à Superintendência da Polícia Federal da Paraíba, que resultou no indiciamento dele e de mais 14 pessoas, trouxe algo preocupante para a gestão do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB): é que um dos indiciados por crimes contra o patrimônio público é o dono da Light Engenharia, Severino Medeiros Ramos Filho, que além de Cabedelo, é o contratado pelo prefeito para fazer a coleta de lixo domiciliar em Campina.

Severino Medeiros Ramos Filho foi indiciado pela Policia Federal pela prática de promoção, constituição, financiamento ou integração de organização criminosa, além de corrupção ativa. Como revela release postado no site da prefeitura de Campina Grande do último dia 18.04.2019, a empresa Light Engenharia, de Severino, controla a coleta de lixo em Campina (veja no link (http://pmcg.org.br/?p=28823).

Segundo o Tribunal de Constas do Estado da Paraíba (TCE-PB), somente no mês de fevereiro deste ano a gestão de Romero Rodrigues fez vários empenhos para a empresa, nas quantias de R$ 1.035.118,18; R$ 979.976,75; R$ 334.298,39; R$ 316.490,10; R$ 144.696,00; R$ 143.753,00; R$ 43.529,88 e R$ 42.973,32. Estes empenhos podem ser vistos nos links, ao final da matéria.

A Light Engenharia presta serviços à Prefeitura de Campina Grande desde o início da primeira gestão do prefeito Romero Rodrigues, no ano de 2013. De acordo com o Sagres do TCE-PB, de 2013 a 2018 Romero Rodrigues já autorizou o pagamento de aproximadamente R$ 87 milhões à empresa Light Engenharia e Comércio LTDA. Em Cabedelo, a relação da Light com a Prefeitura gerou o chamado “Escândalo do Lixo”, que culminou com a prisão do mega-empresário paraibano Roberto Santiago, durante a realização da terceira fase da Operação Xeque-Mate. Veja detalhes no link: (http://paraibamaster.com.br/index.php/2019/03/23/prefeito-de-campina-grande-ja-autorizou-pagamento-de-r-87-milhoes-a-empresa-light-engenharia-e-comercio-ltda/).

Esse não é o primeiro caso de um proprietário de uma empresa contratada pela gestão tucana em Campina que termina sendo investigado numa operação da Polícia Federal. Recentemente, Luiz Otávio Gomes Vieira da Silva, um dos donos da Aliança Comunicação, foi preso pela Polícia Federal em Pernambuco, no âmbito da Operação Fantoche. A Aliança Comunicação era responsável pelo Maior São João do Mundo, que acontece em Campina Grande.

Empenhos de fevereiro de 2019 da PMCG com a Light de Severino:

https://sagres.tce.pb.gov.br/empenhos03.php?cd_ugestora=201050&dt_ano=2019&nu_empenho=0000192&cd_uo=02140&tipo=04

https://sagres.tce.pb.gov.br/empenhos03.php?cd_ugestora=201050&dt_ano=2019&nu_empenho=0000322&cd_uo=02140&tipo=04

https://sagres.tce.pb.gov.br/empenhos03.php?cd_ugestora=201050&dt_ano=2019&nu_empenho=0000193&cd_uo=02140&tipo=04

https://sagres.tce.pb.gov.br/empenhos03.php?cd_ugestora=201050&dt_ano=2019&nu_empenho=0000323&cd_uo=02140&tipo=04

https://sagres.tce.pb.gov.br/empenhos03.php?cd_ugestora=201050&dt_ano=2019&nu_empenho=0000324&cd_uo=02140&tipo=04

https://sagres.tce.pb.gov.br/empenhos03.php?cd_ugestora=201050&dt_ano=2019&nu_empenho=0000190&cd_uo=02140&tipo=04

https://sagres.tce.pb.gov.br/empenhos03.php?cd_ugestora=201050&dt_ano=2019&nu_empenho=0000003&cd_uo=02080&tipo=04

https://sagres.tce.pb.gov.br/empenhos03.php?cd_ugestora=201050&dt_ano=2019&nu_empenho=0000191&cd_uo=02140&tipo=04

You Might Also Like