Notícias

Leto Viana não fez delação, mas negocia acordo com autoridades

Está circulando nos últimos dias, na imprensa e nas rodas de conversas aqui na paraíba, a informação de  que o ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, que está preso preventivamente no 5° Batalhão de Policia Militar, no bairro do Valentina, aqui em João Pessoa, teria assinado acordo de delação premiada na Operação Xeque-Mate  com os investigadores. Essa informação, após ser publicada pelo jornalista Walter Santos, foi imediatamente rechaçada pela defesa do ex-prefeito da Cidade Portuária.

Ocorre que no dia de hoje, chegou ao  blog, através de uma fonte confiável do MP, a informação de que Leto ainda não teria assinado o acordo de delação premiada, mas não porque ele quis, mas sim porque os promotores do GAECO não teriam aceitado a proposta de Leto.  Essa mesma fonte ainda informou ao signatário deste blog, que com  a frustração na tentativa de Acordo de Colaboração,  Leto teria procurado a Polícia Federal para oferecer  outra proposta de Delação, tendo em vista que o Supremo Tribunal Federal  decidiu  no ano passado, que a Policia Federal também pode negociar e fechar acordo de Delação Premiada.

Informações de bastidores indicam que em caso de aceitação da PF e homologação por parte do Judiciário, a Colaboração de Leto pode atingir um ex-senador paraibano, um influente deputado federal, além de membros do Poder Judiciário, Ministério Público, Tribunal de Contas, dois grandes empresários, além do atual prefeito de Cabedelo Victor Hugo do PRB, candidato à reeleição.

Vamos aguardar para ver os novos desdobramentos das investigações da operação Xeque-Mate.

A verdade é que uma delação de Leto interessa a toda Paraíba.

You Might Also Like