Notícias

Advogada Laura Berquó é condenada a seis meses de prisão por calúnia

A advogada Laura Berquó foi condenada a seis meses de prisão por calúnia. Em notícia publicada no seu blog, ela acusou o autor da ação penal, Natalian José da Silva, de ser autor de um homicídio na região de Queimadas. Além da detenção, o juiz decretou ainda o pagamento de dez dias-multa.

Não é a primeira vez que Laura é condenada pelo mesmo crime. Por conta de sua conduta, Laura, que era professora de Direito da Unipê, foi demitida. Além disso, a mesma responde a mais de 20 processos na Justiça, a maior parte por crimes contra a honra de diversas pessoas e autoridades.

O juiz da comarca de Queimadas, responsável pela sentença, Fabiano L. Graçacosta, converteu a pena de detenção em multa.

Veja a decisão:

You Might Also Like