Notícias

Por Tião Lucena: A vitória da trairagem

Por que os deputados Ricardo Barbosa, Branco Mendes, Nabor Wanderley e Tião Gomes votaram contra o projeto que modificava o regimento interno da Assembléia e determinava que, a partir da sua aprovação, o voto para eleição da Mesa do Legislativo seria aberto?

Ora, como bem disse o deputado Hervásio Bezerra, o voto aberto significava a extinção dos traíras no Legislativo.

Como a matéria foi derrotada com o apoio desses “governistas”, é de se concluir que Hervásio acertou na mosca quando falou da trairagem.

E que Ricardo Barbosa só se doeu porque alguém arrancou o cascão da ferida.

Pode também representar um golpe futuro contra o governador eleito João Azevedo.

Tipo: a gente assume um compromisso de eleger fulano e, na surdina do voto, elege sicrano.

A prática do voto aberto já está consolidada. O Senado determinou que a partir de agora a eleição do presidente e da Mesa será pela manifestação aberta.

Aqui na Assembléia da Paraíba, no entanto, tem gente querendo a preservação desse peixe de má fama.

O que é uma lástima.

You Might Also Like