Notícias

Compra de votos: homens com santinhos e adesivos de Edna e João Henrique são presos com lista de eleitores

A Polícia Militar da Paraíba apreendeu na manhã desta quinta-feira (4), no bairro de José Pinheiro, em Campina Grande, material de campanha dos candidatos tucanos João Henrique e Edna Henrique. Eles buscam, respectivamente, uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e na Câmara Federal.

Segundo o relato das autoridades policiais, dois carros estavam emparelhados em rua enquanto os condutores conversavam. Ao perceber a aproximação da guarnição, um dos veículos saiu do local. Desconfiados, os policiais da Rotam abordaram os dois homens. Com um deles, além do material de campanha (adesivos e santinhos em nome de Edna Henrique e João Henrique, duas folhas de papeis ofício com 52 números de inscrições de títulos eleitorais com zonas e seções com o nome do acusado como “líder”).

Os homens foram encaminhados para a sede da Justiça Eleitoral em Campina Grande e, posteriormente, a da Polícia Federal, onde foram autuados pelo artigo 299 do código eleitoral, que versa sobre a compra de votos. A pena prevista para tais crimes são reclusão de até quatro anos e pagamento de cinco a quinze dias-multa.

You Might Also Like