Notícias

Parente de Cartaxo investigado na Operação Cidade Luz figura entre servidores comissionados da PMJP

Teve início por volta das 05h30 desta quinta-feira, dia (02), a Operação Cidade Luz, ação que conta com o apoio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO), junto com a Polícia Civil e a Polícia Militar, tendo como alvos setores da Prefeitura Municipal de Patos.

A Polícia Civil também teria cumprido mandado de busca e apreensão na residência do empresário sousense Felipe Moreira Cartaxo de Sá, que atualmente reside em João Pessoa. Segundo o Sagres e o site da Prefeitura de João Pessoa, Felipe é servidor contratado por excepcional interesse público na Diretoria de Recursos Humanos da Prefeitura da capital, onde ganha mensalmente a quantia de R$ 3,5 mil (total).

Ainda não se sabe maiores informações e quais as ligações que o sousense tem com a operação Cidade Luz. De acordo com informações, a investigação aponta o pagamento de propina e a existência de superfaturamento no contrato firmado entre Prefeitura de Patos e empresa de iluminação pública contratada em 2017.

Em 2016, a então pré-candidata a prefeita de João Pessoa Cida Ramos denunciou uma relação de 40 supostos parentes do prefeito Luciano Cartaxo que estariam na gestão, entre os quais Felipe Moreira Cartaxo de Sá, conforme pode ser visto em matéria da época: https://paraibaonline.com.br/2016/08/cida-divulga-lista-de-parentes-de-cartaxo-empregados-na-prefeitura-de-joao-pessoa/

You Might Also Like