Notícias

Defesa de Cássio pede que Gilmar Mendes arquive inquérito que o investiga por supostamente ter recebido propina da Odebrecht

Os advogados do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento do inquérito que investiga se o parlamentar recebeu R$ 800 mil em vantagens indevidas para favorecer a Odebrecht.

No documento, os advogados pedem que Gilmar Mendes, relator do inquérito, encerre o processo ou estabeleça o prazo improrrogável de 15 dias para que a Polícia Federal conclua as investigações.

A defesa de Cássio Cunha Lima lembra que o inquérito foi aberto em abril de 2017 e, desde então, tem sido prorrogado sucessivamente. “Sucessivas e pouco frutíferas prorrogações, sendo que a última foi de particular inferioridade” argumentam os advogados.

Para embasar o pedido de arquivamento, a defesa usou decisão do ministro Luís Roberto Barroso, que arquivou inquérito por falta de provas.

Fonte: G1

You Might Also Like