Notícias

Motorista se recusa a atender estudante de Sapé, que emite nota indignado contra precariedade de transporte estudantil do município

O estudante de direito e estagiário da Defensoria Pública da Paraíba, Selton Dionísio, emitiu através das suas redes sociais uma nota de repúdio contra a precariedade no serviço de transporte estudantil da cidade de Sapé.

De acordo com a nota, o estudante precisou recorrer à gentileza de terceiros para conseguir voltar para casa após assistir aula na Universidade Federal da Paraíba, Campus de Santa Rita, já que o motorista que presta serviços à prefeitura, segundo Selton, se recusou a pegar ele e mais um colega na unidade de ensino.

Selton informou que ainda quando estava na faculdade ficou sabendo que o motorista estava se recusando a passar pelo Campus.

“Fui informado de que o motorista teria dito que se recusaria a buscar a mim e ao meu colega no Campus, pois a rota era dele e ponto final. Sabendo da nossa situação, o outro motorista solidarizou-se conosco e nos buscou. Se não fosse por sua gentileza e senso de humanidade, passaríamos a noite pelo Campus, até que outra pessoa nos buscasse” disse.

O estudante ainda informou que o motorista que se recusou a levá-los de volta para casa trabalha para a empresa que ganhou o processo licitatório para prestar o serviço para a Prefeitura Municipal de Sapé.

“Não temos culpa por atrasos de salários, más condições de trabalho ou quaisquer outros motivos. Só queremos ir e voltar em paz e isso é um direito nosso e não um ‘favorzinho'” desabafou.

Selton ainda ressaltou que entende os esforços realizados pela gestão municipal em cumprir o que preza a Lei Orgânica do Município, mas que acredita que o serviço de transporte, assim todo o serviço público não só em Sapé, mas em todo o Brasil, precisa melhorar.

“Particularmente, entendo que a Prefeitura tem empreendido esforços para cumprir o que diz a Lei Orgânica do Município, contudo, a empresa ganhadora da licitação, ao menos, no ônibus que nos foi fornecido, tem deixado a desejar e muito. Isso se concretiza pelos diversos relatos, fotos, vídeos do ônibus quebrado. Salvo engano, segunda-feira, o mesmo ônibus quebrou duas vezes. Uma pela manhã com pneus estourados e outra vez na noite. Os fatos falam por si só” desabafou.

You Might Also Like