Notícias

OUÇA: presidente da Câmara de Esperança diz que lixeiros estão sendo “roubados” pelo Executivo e MP não faz nada

O presidente da Câmara Municipal de Esperança, vereador Duí de Luizete (PSB), não vem nada satisfeito com a atuação dos procuradores do Ministério Público. Segundo Duí, ele tem recebido várias denúncias de lixeiros que estão recebendo menos que um salário mínimo para trabalharem na cidade. 

“O Ministério do Trabalho fez uma reunião [com os lixeiros] e eles disseram que ganhavam R$ 750. Era para ser um salário mínimo, mas só ganhavam R$ 750. Parece que estão molhando a mão [dos procuradores]. O Ministério Público tem que se manifestar, tem que correr atrás”, denunciou. 

Segundo Duí, os lixeiros têm batido em sua porta quase todos os dias para reclamar da situação. O vereador disse, ainda, que a remuneração dos mesmos deveria ser maior que o salário mínimo por se tratar de um ofício de risco.  

“Estão roubando descaradamente. O cidadão já trabalha em risco, tem que ganhar mais de um salário [mínimo] porque pode pegar uma infecção, uma doença e ainda estão roubando o dinheiro do povo, de quem mais trabalha na cidade. Daí a gente faz uma denúncia e o Ministério Público não faz nada”, observou. 

You Might Also Like