Notícias

Delator Saud disse que Manoel Júnior recebeu R$ 100 mil em espécie na sede da J&F

O delator Ricardo Saud, antes de ter o seu acordo rompido com a Procuradoria Geral da República, entregou informações sobre a compra de deputados para a eleição de Eduardo Cunha como presidente da Câmara. Um dos deputados comprados, segundo Saud, foi o paraibano Manoel Júnior – hoje vice-prefeito de João Pessoa.

Manoel Júnior teria recebido R$ 100 mil em espécie diretamente na sede da J&F, empresa vinculada à JBS, dinheiro este destinado pelo ex-deputado Cunha.

O ex-diretor da JBS disse que pagou R$ 30 milhões a Cunha para que ele comprasse os deputados, ao passo que ficou encarregado de falar com mais de 200 parlamentares tentando os convencer de que Eduardo Cunha seria o melhor nome para fazer contraponto à Dilma.

Veja o anexo:

You Might Also Like