Notícias

MPPB denuncia acusados em fraudes no IPM/JP e pede reembolso coletivo de R$ 24 milhões

O Ministério Público da Paraíba apresentou, na última sexta-feira (1), denúncia à 6ª Vara Criminal de João Pessoa contra os acusados de terem participação no esquema fraudulento no Instituto de Previdência do Município de João Pessoa, desviado de R$ 25 a R$ 30 milhões de recursos públicos.

A denúncia detalha os núcleos da organização criminosa, seus participantes e o seu papel no esquema fraudulento. O primeiro núcleo citado é o da “Família Coutinho”, tendo o vereador falecido Pedro Alberto Coutinho como sendo considerado o chefe da organização criminosa.

Segundo os promotores de Justiça, Octávio Celso Gondim Paulo Neto, Romualdo Tadeu de Araújo Dias e Manoel Cacimiro Neto, após a morte de Pedro, seu irmão Carlos Alberto de Araújo Coutinho assumiu a chefia da organização junto aos seus três sobrinhos (filhos de Pedro). O núcleo era responsável por nomear pessoas de confiança no IPM/JP para servirem como vetores para a subtração de recursos.

Outro núcleo da quadrilha era a dos servidores do IPM/JP, que tinham a incumbência de gerenciar os sistemas e bancos de dados do instituto, inclusive o sistema da folha de pagamento. Eram os responsáveis pela operacionalização das fraudes e inserções de dados falsos nos sistemas operacionais da entidade previdenciária.

Havia ainda outro núcleo familiar, o da “Família Firmino”. Segundo os promotores, a família era proprietária de uma locadora de veículos que firmava vários negócios com Pedro Coutinho e, posteriormente, seu irmão, inclusive empréstimo de dinheiro. A família ocultava um apartamento e um veículo da família Coutinho, possuindo também carros locados ao IPM/JP. Um dos integrantes da família, chamado Leonardo Firmino da Silva, era ainda um dos maiores beneficiários fantasmas do esquema fraudulento. Inclusive, o único foragido ainda da operação desencadeada no dia 24 de agosto e prendeu 19 pessoas é o srº Francisco Eriberto Santos da Silva, patriarca da família Firmino.

Havia ainda o núcleo dos arregimentadores, que eram pessoas ligadas a Pedro Coutinho e eram responsáveis por recrutarem pessoas dispostas a terem seus nomes utilizados como servidores fantasmas, pessoas que serviam de laranjas e rateavam os vencimentos recebidos irregularmente, inclusive entre os familiares do vereador falecido.

Há ainda o núcleo operacional, formado por pessoas gerenciavam o esquema de corrupção e transitavam em várias entidades nas quais o vereador Pedro Coutinho atuava e o núcleo dos beneficiários, composto pelas pessoas que mais recebiam lucros oriundos das fraudes e repassavam para todos os componentes da quadrilha.

O Ministério Público solicitou a perda de cargo, emprego, função pública e mandato eletivo de todos os envolvidos; o reembolso de aproximadamente R$ 24 milhões de maneira solidária entre os réus, a título de danos materiais coletivos; e o prosseguimento da ação em juízo para que, comprovada a culpabilidade dos envolvidos, sejam condenados às penas previstas por lei.

Com exceção de uma acusada, que está grávida e teve prisão domiciliar decretada, e o foragido, todos os suspeitos estão presos preventivamente desde o dia 24 de agosto, em presídios da capital.

Confira o nome de todos os envolvidos:

NÚCLEO DE SERVIDORES PÚBLICOS:

  • MOACIR DO CARMO TENÓRIO JÚNIOR, art. 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;
  • VERÔNICA GADELHA VELOSO GUEDES, art. 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;
  • JOSÉ LOURENÇO DE SOUSA FILHO, art. 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;
  • LUCAS TADEU HENRIQUE LUSTOSA, art. 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;
  • CRISTIANO HENRIQUE SILVA SOUTO, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;

NÚCLEO DA FAMÍLIA COUTINHO:

  • CARLOS ALBERTO DE ARAÚJO COUTINHO, art. 2º, § 3º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;
  • ANGÉLICA RAQUEL COUTINHO MORENO, art. 2º, § 3º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;
  • LUIZ ALBERTO MOREIRA COUTINHO NETO 2º, § 3º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;
  • PEDRO ALBERTO DE ARAÚJO COUTINHO FILHO 2º, § 3º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69 e art. 313-A c/c 69, todos do CP;

NÚCLEO DOS FIRMINO:

  • FRANCISCO ERIBERTO SANTOS DA SILVA, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • LEONARDO FIRMINO DA SILVA, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • LEANDRO FIRMINO DA SILVA, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • LARISSA FIRMINO DA SILVA, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • AIUG DANIELLE CANDEIA NOBREGA, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;

NÚCLEO DOS ARREGIMENTADORES

  • POLYANE PATRICIO DE ALBUQUERQUE BEZERRA CAVALCANTI, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • ODJALVA DA SILVA AMORIM, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • ANA CRISTINA LOPES DE ASSIS, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • PRISCILLA HENRIQUE PONTES, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;

NÚCLEO OPERACIONAL:

  • JOACIL NASCIMENTO DE CARVALHO, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • ERYSON LUIS DI ARAGÃO ALVES 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;
  • ROSIBERTO CARLOS DA SILVA SANTOS 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c 69, todos do CP;

PRINCIPAIS BENEFICIÁRIOS:

  • LORIBERTO PEIXOTO GALVAO, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c art. 69, todos do CP;
  • CECÍLIA PEIXOTO GALVÃO, 2º, §4º, II, da Lei 12.850/2013; art. 312 c/c art. 69, todos do CP;

 

You Might Also Like