Notícias

Pâmela Bório tenta dar carteirada para não pagar serviço, se dá mal e protagoniza barraco em JP

A jornalista Pâmela Bório protagonizou mais um episódio que não condiz com a postura de um jornalista, profissão que, em tese, deve ter uma responsabilidade social e servir como norte para todas as pessoas, uma vez que um dos deveres do ofício é justamente cobrar exemplo de autoridades, entidades e personalidades.

O fato aconteceu ontem, em uma oficina da capital, e terminou em uma cena dantesca, circense. A jornalista fez um papelão digno de personalidades que querem dar carteirada pegando carona em sua fama, coisa muito comum no Brasil, infelizmente.

Pâmela levou o seu carro para um reparo. Após o mecânico desmontar o veículo e dar o orçamento, a jornalista achou caro e iniciou um bate-boca com os funcionários da empresa.

A partir daí, Pâmela recusou-se até de pagar a mão de obras dos mecânicos, que tiveram que desmontar o carro e teriam que montá-lo, na sequência. O valor para tal: R$ 150, o que é cobrado usualmente no mercado pelo tempo, labor e perícia requeridos para tal.

Após muito barraco, chamou um fiscal do Procon para o local, achando que gozaria de uma suposta influência por ser uma pessoa conhecida. Obrigada a pagar o valor, continuou com o escândalo, gritaria e palavras de baixo calão direcionada aos trabalhadores.

Segundo o dono do estabelecimento, ele não ia cobrar o valor do serviço de desmontagem e montagem do veículo, mas fez questão de exigir o seu direito após o comportamento desequilibrado da ex-apresentadora.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>