Notícias

Forró e Farra: Dinaldinho torra mais de R$ 2,4 milhões de recursos públicos para apenas cinco dias de festa

Crise? Austeridade? Contingenciamento de recursos? Não na cidade de Patos, no Sertão paraibano que convive com a seca e a pobreza. Acredite se quiser, caro leitor, mas em apenas cinco dias de São João, o Alcaide patoense, Dinaldinho Wanderley (PSDB), se deu ao luxo de torrar R$ 2 milhões e 417 mil com farra de dinheiro público. Literalmente uma farra com preço altíssimo para os contribuintes da Morada do Sol.

O dinheiro foi gasto com contratação de artistas, de conhecidos como Wesley Safadão e Luan Santana, a nomes completamente desconhecidos como Harry Instigado ou Forró do Precateado (????).

O signatário deste blog não vai nem entrar no mérito da relevância musical de nomes que tocaram e/ou a identificação dos mesmos com a tradição do São João. Mas não pode deixar de comentar o exagero e desperdício de verbas em um momento em que se exige justamente o contrário, aperto de cintos, priorização de investimentos. Parece que Dinaldinho prioriza a política do pão e circo.

Enquanto isso, a cidade sofre com falta de infraestrutura, manutenção em escolas, unidades de saúde, espaços de lazer…

O vultuoso dinheiro que foi torrado para apenas cinco dias foi usado, ainda, para montagem de palco, iluminação, som, segurança não armada, camarotes, festival de quadrilhas e etc.

Veja a lista completa:

450 mil Wesley Safadão

25 mil Harry Instigado

20 mil Nanara de Santa Dose

12 mil Sanara Show, Forró da Nanah, Forró do Precateado

250 mil Gustavo Limma

120 mil em pregão para montagem da infraestrutura

240 mil para montagem de camarotes

100 mil com quadrilhas juninas

28 mil com infraestrutura

80 mil Solteirões do Forró

300 mil Luan Santana

100 mil Gabriel Diniz

96 mil segurança não armada

250 mil Aviões do Forró

110 mil Tome Xote

53 mil produções executivas

90 mil Rosa de Saron

38 mil infraestrutura

55 mil Felipão

You Might Also Like