Notícias

Sobre liderança do partido, Raimundo Lira diz que “intenção é unir bancada”

Jefferson Rudy/Agência Senado

Após ser escolhido líder do PMDB no Senado Federal, o senador Raimundo Lira comentou suas perspectivas para o cargo e sua relação com o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), no programa “Rádio Verdade” desta quarta-feira (5). Segundo Lira, ele ficou muito satisfeito, porém também recebeu o cargo tendo o senso de responsabilidade. “Eu recebi com muita satisfação, com muita alegria, mas eu recebi sobretudo com senso de responsabilidade por ter sido uma votação por aclamação e unanimidade na bancada do PMDB”.

 

Ele falou sobre como será seu mandato e afirmou que um de seus objetivos é unir a bancada do partido. “É uma liderança que você é eleito através de um mandato e o mandato vai até fevereiro de 2019. É diferente de uma liderança que é nomeada pelo governo que não tem mandato. Eu sou líder hoje do PMDB no Senado Federal que é a maior bancada, estou muito satisfeito. Minha intenção é fazer um bom trabalho no sentido de unir a bancada”.

 

O parlamentar disse como é seu relacionamento com o governador e também falou sobre a decisão de Ricardo de não disputar o Senado Federal. “É importante destacar que eu sou aliado do governador Ricardo Coutinho, nossa relação é de bastante cortesia. A decisão do governador Ricardo é uma decisão pra valer porque ele é uma pessoa muito séria, ele não faria esse tipo de declaração se não tivesse certeza do que estava falando”.

You Might Also Like