Notícias

Com suporte das bancadas peemedebistas de Minas e Rio, André Amaral é cotado para assumir Cultura

A Coluna do Estadão, do Jornal O Estado de São Paulo, em sua versão online desta quarta-feira (14), trouxe a informação de que o deputado federal paraibano André Amaral (PMDB-PB) está com o nome cotado para assumir o Ministério da Cultura.

O cargo está vago após o deputado federal Roberto Freire (PPS) entregar a pasta por considerar o governo Temer insustentável em face da divulgação de áudios entre o presidente e o empresário Joesley Batista, na qual Temer teria dado aval para a manutenção da compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha.

Segundo a nota do Estadão, o nome de André Amaral conta com o suporte das bancadas peemedebistas de Minas Gerais e do Rio de Janeiro.

O nome do deputado também ganhou força no Palácio do Planalto, após ele protocolar notícia-crime contra os irmãos Batista, por terem supostamente praticado crime contra o sistema financeiro (ganhar dinheiro no mercado de câmbio e na venda de ações do grupo antes da desvalorização provocada pelo vazamento da delação).

You Might Also Like