Notícias

Oposição na Câmara protocola pedido de quebra do sigilo do Inquérito Civil que investiga as obras da Lagoa 

A Bancada de Oposição da Câmara Municipal de João Pessoa, na tarde desta terça-feira, dia 13/06, protocolou, na Procuradoria da República, ofício requerendo a quebra do sigilo do Inquérito Civil que investiga as obras de revitalização do Parque Solon de Lucena, popularmente conhecido como “a Lagoa”.

Recebidos pelo Procurador da República que preside o referido inquérito, Dr Yordan Moreira Delgado, os vereadores e a vereadora de Oposição ressaltaram a importância do acesso aos autos da investigação, como forma de prestigiar a transparência, um dos pilares do Estado Democrático de Direito.

A Bancada de Oposição forneceu, também, documentos que apontam para a fraude do procedimento licitatório, que, de acordo com os parlamentares, já nasceu eivado de vícios, uma vez que a Construtora Compecc, vencedora do certame, utilizou-se de certidão de uma empresa fantasma, para tentar, na fase de habilitação da licitação, comprovar a sua qualificação técnico-operacional.

Os membros da Oposição entregaram, ainda, contracheques, fotografias e certidões que comprovam uma possível relação de parentesco entre integrantes da gestão municipal, de um determinado setor da CEF e da empresa Compecc.

Confiantes na condução das investigações, na seriedade do MPF e da PF, a Bancada de Oposição aguarda o desfecho do inquérito, a apuração das denúncias que envolvem a obra da Lagoa, bem como a transparência, princípio tão  exigido pela sociedade, para que todos tenham acesso aos fatos já desvendados pelas autoridades competentes.

You Might Also Like