Notícias

André Amaral tentará sensibilizar ministro para não construir presídio federal na Grande JP

Segue com bastante polêmica a possibilidade da construção de um presídio federal no município de Bayeux, na Grande João Pessoa. Após a manifestação contrária pela implantação da penitenciária de lideranças políticas da Paraíba, a exemplo do governador Ricardo Coutinho, foi a vez de um parlamentar tomar uma ação direta para tentar inviabilizar a obra.

Em contato com o blog, o deputado federal paraibano André Amaral (PMDB) revelou audiência com o ministro da Justiça Torquato Jardim no sentido de sensibilizá-lo a não prosseguir com a obra, que já é dada como certa pela pasta da Justiça.

“Vou levar para o ministro a insatisfação das pessoas, da cidade de Bayeux e, por entender que Bayeux é uma cidade encravada no coração da Grande João Pessoa, ser um lugar inapropriado para a construção de um presídio. Então pedir para que o ministro olhe com bons olhos. Ver em que pé está a homologação da construção e unirmos forças. Tenho certeza que todo cidadão, não só de Bayeux, mas da Grande João Pessoa, seja ele do Conde, de Cabedelo, da nossa João Pessoa, de Santa Rita, não quer esse presídio. E esse presídio ser instalado em uma região que tem mais de um milhão e meio de habitantes não é saudável”, comentou.

Segundo André, a ideia é que seja encontrado um novo lugar fora da Paraíba, mas se não for possível, que a instalação seja feita em um lugar com densidade populacional menor.

“Se não for possível [construir fora da Paraíba], mas que fique fora dos grandes centros. Que vá para algum lugar que promova de fato um desenvolvimento social se é que existe desenvolvimento social alinhado à construção de um presídio”, concluiu.

O terreno onde se planeja construir o Presídio de Segurança Máxima tem 240 hectares. A penitenciária, se construída, terá capacidade para 208 internos, entre presos condenados e provisórios, em quatro pavilhões. Se aprovada a construção da prisão, a fase licitatória deverá durar dois meses e, as obras, dois anos.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>