Notícias

Em meio a crise e desemprego, Prefeito de Alhandra recebe salário de marajá

O prefeito de Alhandra, humilde município do Litoral Sul da Paraíba, tem um verdadeiro salário de marajá. Apesar da crise financeira vivida pelo Brasil, cortes orçamentários e retração de investimentos para cidades brasileiras, Renato Mendes recebe quase R$ 27 mil por mês, salário maior que o do governador da Paraíba e dos prefeitos das maiores cidades do Estado, João Pessoa e Campina Grande. Provavelmente o maior salário do estado, que chega próximo ao de deputado federal e senador da república.

Tudo bem, mesmo que não tenha sido ele o responsável pela articulação na Câmara Municipal da cidade para o aumento absurdo e escarnecedor, ele teve a opção de renunciar ao aumento, como fez Ricardo Coutinho – que poderia receber R$ 29 mil, mas rejeitou aumento da ALPB e recebe apenas R$ 23 mil.

Ao que indica o histórico, zelo pelo dinheiro público não é uma marca de Renato Mendes. Em 2012 foi preso pela Polícia Federal na Operação Pão e Circo por contratos fraudulentos para a realização de festividades no município.

Inclusive, as contas de Alhandra do mesmo ano em que foi preso foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado por falta de comprovantes de despesas e o descontrole nos gastos e déficit orçamentário. A corte impôs um débito de R$ 1.353.107,79 ao gestor. Por essa razão, quase teve a candidatura impugnada, mas conseguiu, através de salvo conduto concedido pelo desmoralizado Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da memória fraca dos eleitores, a reeleição.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>