Notícias

Senadores da Paraíba gastam mais de meio milhão com despesas de gabinete

A Paraíba é um estado que, historicamente, elege os mesmos políticos para representar seu povo, políticos estes que se gabam de um discurso bonito e atraente, mas que bastam chegar a um cargo político que desmontam tudo que foi falado no período eleitoral.

Os senadores paraibanos fazem “farra” com as verbas de gabinete e com os ressarcimentos  de gastos no Congresso Nacional. Usam o dinheiro público para despesas como publicidade, divulgação própria, alimentação e combustível. Fica a pergunta: A população recebe um pagamento “extra” para suprir suas necessidades pessoais? Pois é, enquanto isso, os representantes da Paraíba no senado gastaram R$ 588.647,20 com esse tipo de despesa.

E não é nada absurdo, em 2015 o gasto foi ainda maior R$ 728.058,21. Até quando a população vai aturar esse total descontrole com o dinheiro público?

No ano passado, o senador José Maranhão gastou R$244.012,00 e o curioso foram os gastos exorbitantes com passagens aéreas e combustível, pelos quais o senador gastou em 5 dias, R$ 11.000.

Em 2015, ano posterior à derrota sofrida por Cássio Cunha Lima na disputa pelo Governo da Paraíba, o tucano gastou R$ 409.746,50. O curioso é que nesse ano, ele gastou mais que o dobro da soma dos gastos de 2016 e 2014. Isso é no mínimo estranho.
Outro fato curioso envolveu o ex-senador Cícero Lucena. Quando ele deixou o senado, no dia 1º de janeiro de 2015, ele ainda gastou R$ 11.768,01 com passagens aéreas e locação de veículos. Isso em menos de 48h.

O que deve ficar de lição para a população é o preço do voto. Hoje o voto de 1,04 milhão de paraibanos vale um gasto de R$ 1.235.397,34 com despesas de gabinete. O que o Senador Cássio Cunha Lima teria de argumento para justificar tal absurdo?

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>